Blog Consciente

Três requisitos para uma cultura inclusiva: Respeito, Entendimento e Confiança

A diversidade em um ambiente é de extrema importância, mas isolada não oferece garantia de melhorias organizacionais e resultados, a menos que se construa, também, uma cultura inclusiva. Ainda são poucas as organizações eficazes ao criar uma cultura que, de fato, seja inclusiva. Isso porque, normalmente, as abordagens tradicionais para a inclusão focam em aceitação, que é a medida em que alguém é apreciado e considerado pelos outros. 

Dia do Consumo Consciente

Nosso jeito de consumir causa impactos para nós, para toda a sociedade e para o meio ambiente. Por isso, praticar o consumo consciente é fundamental. Não é sobre deixar de consumir e sim sobre consumir diferente, evitando excessos e desperdícios.

Há muito mais na cultura do que se imagina

A cultura de uma organização é formada pelo conjunto de crenças, comportamentos e valores das pessoas que atuam nela. Logicamente, elas são atraídas por um determinado tipo de comportamento, ritos, normas, “jeitinho” do funcionamento dos líderes e de outras pessoas que já estão lá há mais tempo. Aparecendo ou não nos manuais internos, toda empresa tem uma cultura.

Humanizando os negócios: Como os valores do Amor, da Alegria e da Paz Impulsionam o Capitalismo Consciente

Com entusiasmo, nós da Filial Regional do Instituto Capitalismo Consciente no RS, compartilhamos os resultados de uma dinâmica que realizamos no nosso último evento, realizado no mês de maio de 2023, onde buscamos descobrir quais são os valores mais valorizados pelos membros da equipe. Esse encontro exclusivo reuniu nossa comunidade de voluntários, conselho e coordenação, permitindo que cada participante expressasse seus valores individuais diante do grupo.

Diversidade e Inclusão: O que é e qual a diferença entre elas?

Enquanto a diversidade se refere à diversos grupos sociais, o conceito de “inclusão” se refere à inclusão dessas pessoas na sociedade de forma equitativa. Possui  o objetivo de garantir que essas pessoas sejam representadas em todas as áreas, inclusive ocupando espaços de poder, recebam oportunidades de ensino e trabalho, e ainda tenham todos os seus direitos respeitados.

Investimentos em acessibilidade: quais são e porque investir

Todas as vezes que ouvimos sobre acessibilidade nas empresas, o primeiro pensamento que vem à cabeça é “Deve ser caríssimo!’”, “Poxa, imagina ter que adaptar toda a empresa, vai demorar muito!“. Pois a verdade é: quando as adaptações para pessoas com deficiência são planejadas e incorporadas ao projeto, os investimentos em acessibilidade não passam de 0,2% dos gastos gerais.