Congresso debate boas práticas de gestão de pessoas

O Conexa h vai reunir líderes, profissionais de RH e empresários para debater sobre o futuro na gestão de pessoas

Por Amanda Amaral

Líderes, profissionais de Recursos Humanos (RH), empresários e estudantes se reunirão no próximo Conexa h, o maior congresso de gestão de pessoas do Espírito Santo. O evento acontecerá no dia 10 de agosto, em Vitória, e trará especialistas de destaque no mundo corporativo para debater o futuro da área.

Essa é a 32ª edição, que em 2022 será promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos – Seccional Espírito Santo (ABRH-ES). Serão oito horas de evento com palestras, painel de debate, apresentação de case e prática presencial.

Com o tema “É preciso cuidar para ter resultados”, o congresso apresentará personalidades como a jornalista, consultora e empreendedora social, Vivi Duarte, que há mais de 10 anos trabalha com a diversidade de grandes marcas. Também participa da edição o CEO da REVVO, Richard Uchoa, e a CEO do Instituto Capitalismo Consciente, Daniela Garcia.

Serão discutidos temas como: a nova perspectiva para o mundo dos negócio; como Criar uma Cultura de Aprendizagem; liderança cuidadora para a construção de resultados; diversidade; e a nova divisão competitiva.

Para a presidente da ABRH-ES, Neidy Christo, a pandemia trouxe mudanças profundas para o mercado de trabalho. Foto: Divulgação

“Vamos abordar a importância de as organizações cuidarem dos colaboradores, dos líderes e da comunidade para manter e melhorar resultados. As palestras e debates vão focar em temas fundamentais para a sustentabilidade dos negócios: saúde mental, o novo perfil de liderança, a diversidade e inclusão, o RH Transformador, entre outros”, destaca a diretora da ABRH-ES, Kamilla Matos.

Para a presidente da ABRH-ES, Neidy Christo, o Conexa h será uma oportunidade única de qualificação, troca de informações e networking sobre como manter e ampliar os resultados dos negócios.

“A pandemia trouxe e ainda traz mudanças profundas para o mercado de trabalho. Colocaremos luz sob a principal dor das organizações: a sustentabilidade dos negócios. A questão é: como desenvolver processos, cultura interna e práticas que entendam o ser humano e o resultado como fatores indissociáveis?”, destaca Neidy.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe seu comentário

Posts recentes

Desmistificando Propósito, Missão, Visão e Valores

O processo de amadurecimento do ecossistema empresarial e do País como um todo depende do despertar da consciência para nossa interdependência e nossa importância (e responsabilidade) neste sistema. Entender, com clareza, nosso Propósito, Missões, Visão e Valores é premissa para entender nossos pontos de contato com outras pessoas e organizações. Neste texto, que não é curto mas é lúdico, utilizo uma estrada como metáfora para colocar de forma prática, cada um destes elementos.

Gerenciamento de Stakeholders e Gerenciamento de Riscos

Todos concordamos que este é um caminho sem volta e que, gerar valor à sociedade por meio de nosso trabalho, de forma alinhada com nossos valores e propósito, faz com que o nosso “ganha pão” seja muito mais motivador. 

Agora vem a pergunta. Como colocar todo esse discurso na prática? 

Defendo a seguinte tese: Processos bem estruturados aliados à tecnologia. 

Embaixador(a) I

R$ 0,00