“O papel de empresas é o mesmo de todo brasileiro, só que a empresa tem um poder de engajamento maior”, defende Diretor presidente da Movida

Em palestra, Renato Franklin abordou sobre empresas e a emergência climática

Falar sobre as mudanças do mundo ESG é imprescindível no mercado de trabalho e nos dias de hoje, principalmente no Brasil onde temos grandes urgências climáticas e de desmatamento. Para falar sobre as novas visões de negócio, o Instituto Capitalismo Consciente promoveu seu II Fórum no Brasil, nos últimos dias 19, 20 e 21 de outubro de 2021. Com a temática voltada para a Liderança Consciente, o evento contou com grandes nomes do mercado, entre eles Renato Franklin.

O diretor e presidente da Movida, Franklin, marcou presença no terceiro e último dia do evento, no painel “Liderança da Sociedade”. Especializado em administração, gestão de pessoas e liderança, o executivo apresentou a palestra “As empresas e a emergência climática”, e contou como a Movida vem executando suas transformações no meio ESG e principalmente com foco em projetos e empregabilidade no quesito sustentável.

“O nosso papel de empresas é o papel de todo brasileiro, só que a empresa tem um poder de engajamento maior”, afirma Renato Franklin sobre o compromisso das organizações de agir e ser um exemplo na temática ESG e para o fator das crises climáticas.

A gravação completa desta fala está disponível no App Consciente, exclusivo a todos os associados do Capitalismo Consciente. Você pode se associar gratuitamente e ter acesso a este e muitos outros conteúdos.

A gravação completa desta fala está disponível no App Consciente, exclusivo a todos os associados do Capitalismo Consciente. Você pode se associar gratuitamente e ter acesso a este e muitos outros conteúdos.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe seu comentário

Posts recentes

Obcecado pelo propósito em vez do lucro

Acreditamos que um negócio só é bom quando cria valor para as pessoas e o planeta, é ético quando baseado em trocas verdadeiras e voluntárias entre seus stakeholders, é nobre quando tem a capacidade de inspirar e elevar a dignidade humana e, principalmente, é heroico quando tira as pessoas da pobreza, gerando prosperidade econômica.

Embaixador(a) I

R$ 0,00