O PIRI nosso de cada dia…

A primeira vez que ouvi esse termo, lembro de ter feito uma careta. PIRI? Que coisa feia… Me faz lembrar de PIRIRI, que lembra dor de barriga, que lembra mal-estar, que lembra banheiro… Aff… Mas, confesso aqui que eu tenho esse termo incorporado na minha forma de pensar e agir desde então. Nem sei direito onde eu aprendi. Um amigo que conheceu de outro amigo que esteve numa palestra que alguém citou de outra pessoa que ouviu falar… Então, agradeço pelo privilégio do conceito ter chegado até mim.

O PIRI é um acrônimo e sua leitura (de trás pra frente), nos demonstra que no nosso dia-a-dia objetivamos criar e gerar INFLUÊNCIA ao nosso redor e no nosso ecossistema – o que não quer dizer ter razão, direcionar, decidir tudo, mas sim ter um espaço de fala e escuta, de abertura e confiança para se posicionar e se conectar.

A conquista da influência, no entanto, depende da RELEVÂNCIA que as pessoas têm umas às outras. Você se sentiria à vontade em dar espaço de influência para alguém que simplesmente bate a sua porta e lhe diz: “Oi, vim ser relevante pra você hoje.” Esse é um espaço de conquista que depende então de INTERATIVIDADE e PROXIMIDADE.

Assim, concluímos que estar próximo e interagir com frequência, nos dá oportunidade de ser relevante e influente quando se fizer necessário. Estar próximo e interagir é o que se faz sempre, para que quando for necessário ser relevante e influente já se tenha espaço de confiança conquistado. E aqui vale lembrar que confiança é a base para conexões verdadeiras e resultados sustentáveis.

Esse é o PIRI:

Recentemente, me peguei refletindo sobre o que é, no nosso momento de mundo, essa tal de INTERATIVIDADE e PROXIMIDADE?

Se já não estamos mais tão perto e juntos para interagir, o que então, faz você se sentir próximo a alguém? Que tipo de interação nos dias atuais, pode criar espaço de relevância de fato? O que é influência em um mundo cheio de incertezas, inseguranças e Fake News?

Lideranças, mães, pais, professores têm priorizado Proximidade e Interatividade? Como?

Fica aqui meu convite para refletir sobre o seu PIRI de cada dia. Seja em casa, no trabalho, no lazer ou em qualquer outra esfera da sua vida. Não podemos dar vez para que o PIRIRI seja o Novo Normal?

*Graziela Merlina – Diretora de Educação do Capitalismo Consciente Brasil | Idealizadora do HUB Consultores Conscientes @CasaMerlina | Fundadora do Instituto Emana | Mentora & Investidora de Negócios de Impacto.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe seu comentário

Posts recentes

Cuidar da água é tarefa de todos!

A água — e principalmente a falta dela — é um tema recorrente. Está nos debates escolares, nos noticiários e, em casos extremos, nas torneiras secas de algumas grandes cidades do mundo. Na nossa vida cotidiana, sua presença é marcante: afinal, 70% do nosso corpo é água. Nossa atenção só é chamada para ela, justamente, quando falta. Ou, então, quando ela vem em excesso, em catástrofes climáticas cada vez mais comuns.

A importância da biodiversidade

Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) são formadas por milhares de hectares de florestas nativas nos diversos biomas do Brasil onde crescem espécies endêmicas e ameaçadas da fauna e da flora. Toda floresta tem valor ambiental e social, mas essas áreas, conhecidas com AAVC, são consideradas especiais.

Embaixador(a) I

R$ 0,00