ONU PREMIA EMPRESA ASSOCIADA AO CAPITALISMO CONSCIENTE

Cinquenta pequenas e médias empresas (PMEs) de todo o mundo foram anunciadas como as Melhores Pequenas Empresas do concurso “Good Food for All”, realizado em conjunto com o UN Food Systems Summit.

Selecionados entre quase 2.000 inscrições de 135 países, os 50 vencedores apresentaram soluções inspiradoras, diversificadas e impactantes para melhorar o acesso a alimentos saudáveis e sustentáveis.
Cada vencedor foi selecionado pela forma como seu negócio contribui para uma alimentação mais saudável, sustentável e justa para as comunidades que atendem; a força de sua visão para o futuro; e como eles comunicam o impacto atual e futuro de seus negócios.

Essas PMEs de alimentos são revolucionárias silenciosas. Seus fundadores incorporam um grupo mundial em ascensão de empreendedores de alimentos inovadores, motivados por valores e apaixonados pelo o que fazem. Metade são jovens e quase metade são mulheres. As 42 empresas vencedoras estão presentes na Europa e Ásia Central (10); África e Oriente Médio (13); Leste Asiático e Pacífico (10); Sul da Ásia (8); e América do Norte e Latina (9).

A NUU Alimentos é associada ao Capitalismo Consciente e foi uma entre nove empresas das Américas que foi premiada e tem sede no Cerrado Mineiro.“Mudamos as operações para lidar com as mudanças climáticas e criar um impacto positivo para a comunidade, de solo a solo, usando uma incrível raiz brasileira: a mandioca” conta Rafaela Gontijo, CEO e fundadora da NUU

Alimentos.https://www.youtube.com/embed/eEItKPeS2oo?autoplay=0&mute=0&controls=0&origin=https%3A%2F%2Fmanage.wix.com&playsinline=1&showinfo=0&rel=0&iv_load_policy=3&modestbranding=1&enablejsapi=1&widgetid=9

Apesar de sua importância para o futuro dos alimentos, as pequenas empresas raramente são ouvidas no cenário internacional. Esta competição, que incluiu uma pesquisa, capturou suas ambições e necessidades. Estes dados são apresentados em um relatório, “Uma agenda de pequenas empresas para a Cúpula de Sistemas Alimentares da ONU”, que conclama o mundo a apoiar as PMEs como vanguarda de uma revolução alimentar.

Com um ambiente de negócios favorável, incentivos positivos e maior influência, as PMEs podem oferecer um sistema alimentar mais nutritivo, sustentável, equitativo e resiliente. Como parte da cerimônia de anúncio realizada em conjunto com a Pré-Cúpula de Sistemas Alimentares da ONU, outras pequenas empresas ao redor do mundo serão incentivadas a se juntar à convocação para fazer sua parte nesta década de ação, assinando um compromisso.

Veja também:

Referências:https://foodsystems.community/pt/nuu/https://foodsystems.community/pt/winners-of-the-best-small-business-competition/?_sft_category=latin-america-and-carribean

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe seu comentário

Posts recentes

Capitalismo e Governança Multistakeholder: Precisamos focar em toda a cadeia de valor!

A proposta da Governança Multistakeholder é compartilhar o poder e o processo de decisão entre as diferentes partes interessadas, fazendo com que esse tipo de Capitalismo seja possível. Ela é feita por meio de um ecossistema interdependente entre todos os stakeholders, no qual mecanismos são desenvolvidos para implementar ações ambientais, sociais, de governança e para o business, utilizando práticas de gerenciamento sustentáveis.

Propósito de vida em ação: Liderando Negócios Conscientes no III Fórum Brasileiro do Capitalismo Consciente

Desafiando o conceito de falso dilema de que “ou você olha o resultado ou você olha a questão do impacto e sustentabilidade”, o executivo ressaltou que é possível integrar resultados financeiros positivos com práticas sustentáveis e impacto social. Ele compartilhou exemplos de empresas que adotaram medidas conscientes e colheram benefícios não apenas reputacionais, mas também financeiros.

Embaixador(a) I

R$ 0,00