PORQUE O PROPÓSITO IMPORTA

Entendi a importância do propósito quando estava subindo a montanha do Aconcágua, a maior montanha das Américas. Faltando cinco horas para chegar ao cume, depois de 11 dias de caminhada, um dos integrantes do grupo de nacionalidade polonesa, com grande experiência em altas montanhas e condições técnicas, por ter os melhores equipamentos da modalidade, paralisou. Não conseguindo prosseguir, frente à adversidade que estávamos enfrentando naquele momento, mesmo com a insistência dos dois guias para que ele continuasse e dizendo que estava tudo bem, ele desistiu.

O que é propósito?

Conversando com ele, no acampamento base após o nosso retorno do cume, foi possível entender porque ele parou e não conseguiu seguir adiante. Para ele não estava claro qual o motivo, o objetivo do porque ele queria subir a montanha e foi a partir daí que eu tive a clareza do quão é importante sabermos porque fazemos o que fazemos.

Esse porquê, conhecido como propósito, nos ajuda a ter foco e canaliza nossa atenção e energia para alcançar o que queremos. É a motivação para nos impulsionar ao progresso, mesmo frente às adversidades que surgem. É, também, disciplinador para que seja cumprido e realizado o que é necessário para atingir os objetivos, sendo a energia que contagia, conecta e mobiliza outras pessoas a contribuírem para que esse propósito aconteça.

Como é o propósito em empresas?

Isso não é diferente nas organizações. As empresas que se perpetuam são aquelas que têm o entendimento do porquê elas existem. Conhecem qual problema do mundo a empresa resolve, que necessidade ela atende e quais benefícios ela gera. Algo que chamo de visão social.

Essas empresas, também compreendem com clareza a contribuição que a empresa traz para sociedade e por que os clientes vêm e compram da empresa. Esse conjunto de características faz a sociedade perceber que uma determinada empresa é necessária e faz a diferença no mundo.

Próximos passos após descobrir o propósito

À medida que se tenha a compreensão do propósito do negócio, torna-se viável pensar nos 3 E’s:

  • Planejar e idealizar as Estratégias;
  • Estruturar os recursos e condições necessários para dar forma à essas estratégias;
  • Executar a concretização destas estratégias e estruturas.

Quanto mais nítido e vívido forem esses elementos, mais fácil será encontrar as pessoas que estejam conectadas com o motivo de existir da empresa. 

As consequências positivas do propósito

Neste cenário, tanto os colaboradores se sentem pertencentes a algo maior e orgulhosos ao visualizarem que farão a diferença na empresa, quanto os investidores se sentem seguros ao observar que a empresa tem um caminho muito claro e delineado de onde está e aonde quer chegar.

Os clientes também entendem porque a empresa é importante e necessária para eles, a própria comunidade percebe que está contribuindo positivamente e, não menos importante, os fundadores da empresa verão a empresa atingir o objetivo do porquê ela foi criada.

Alcançar esse propósito maior de existir de uma pessoa ou organização é fundamental para o seu ciclo de existência. Como cita o filósofo Friedrich Nietzsche: “Aquele que tem porque viver pode suportar, quase qualquer como”, ou como gosto de pensar, quando temos um propósito para viver, conseguiremos suportar qualquer como.

*Daniel Fünkler Borelli é Conselheiro da Filial Regional do Capitalismo Consciente no Rio Grande do Sul e apaixonado por compartilhar seu tempo e conhecimento. É fundador da PENSAR Educação Empresarial e do blog Valor da Felicidade.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe seu comentário

Posts recentes

Cuidar da água é tarefa de todos!

A água — e principalmente a falta dela — é um tema recorrente. Está nos debates escolares, nos noticiários e, em casos extremos, nas torneiras secas de algumas grandes cidades do mundo. Na nossa vida cotidiana, sua presença é marcante: afinal, 70% do nosso corpo é água. Nossa atenção só é chamada para ela, justamente, quando falta. Ou, então, quando ela vem em excesso, em catástrofes climáticas cada vez mais comuns.

A importância da biodiversidade

Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) são formadas por milhares de hectares de florestas nativas nos diversos biomas do Brasil onde crescem espécies endêmicas e ameaçadas da fauna e da flora. Toda floresta tem valor ambiental e social, mas essas áreas, conhecidas com AAVC, são consideradas especiais.

Embaixador(a) I

R$ 0,00