Prezados e prezadas presidentes de conselho, conselheiros e conselheiras

São muitos os estudos que apontam o impacto positivo da diversidade no desempenho das empresas. Uma companhia com equipe diversa pode amplificar os potenciais analíticos e promover melhor gestão de risco, proporcionar maior capacidade de inovação para os negócios, resultados sustentáveis no longo prazo, entre outros atributos. Além disso, a diversidade tem sido cada vez mais associada à inclusão e equidade, características devem ser almejadas por qualquer companhia. As demandas de nossa sociedade exigem respostas que somente a perspectiva de uma liderança corporativa diversa pode trazer.

Por isso, neste período em que profissionais começam a ser selecionados para conselhos de administração, incentivamos que considerem aumentar a diversidade nas companhias em que atuam.

É fundamental, nesse momento, uma revisão dos conselhos das empresas, abertas ou fechadas, com a escolha de mais mulheres em sua composição. Existem muitas profissionais capacitadas e prontas para assumirem esses cargos, e acreditamos que a renovação dos conselhos é a oportunidade de acelerar essa agenda, considerando a importância da diversidade nas suas companhias.

Pesquisa do Brasil BoardIndex, da SpencerStuart, aponta que apenas 14% das cadeiras de conselhos no Brasil são ocupadas por mulheres nas empresas de capital aberto. É um índice maior que o registrado em anos anteriores, mas ainda há um longo caminho a ser percorrido para melhor equilibrar esse indicador.

Nós, do Programa Diversidade em Conselho (PDeC), estamos à disposição para ajudar na busca por mulheres com o perfil desejado para as posições a serem preenchidas, disponibilizando os bancos de conselheiras do PDeC e da WDC (WomenCorporateDirectors) e o banco de profissionais do IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), que contam com centenas de conselheiras e profissionais preparadas e com grande variedade de perfis e experiências. O PDeC é uma iniciativa conjunta entre B3, IBGC, International Finance Corporation (IFC), Spencer Stuart e WDC para ampliar a diversidade em conselhos.

No ano passado, já enviamos um comunicado com um convite para que todos os conselheiros, investidores e tomadores de decisão se juntassem a nós. Nesse ano, seguimos firmes na missão de ressaltar a importância de aumentar a diversidade nesses colegiados.

Acreditamos que as mudanças efetivas em relação a esse tema acontecerão apenas com a soma de esforços entre todos os atores envolvidos. Contar com perfis diversos será fundamental para garantir a longevidade, a inovação e o valor das empresas, já que esse critério será responsável por promover discussões de alto nível e com diferentes pontos de vista e experiências. As empresas que não considerarem a diversidade em suas cadeiras podem cometer erros estratégicos, já que essa será uma exigência cada vez mais considerada pelos mais diferentes públicos, inclusive investidores.

Você é uma pessoa chave no ecossistema de conselhos. Por isso, o convidamos a olhar para esse assunto tão importante para a governança das organizações e para a sociedade na formação dos conselhos nessa próxima assembleia.

Atenciosamente,


Gilson Finkelsztain, CEO B3
Pedro Melo, diretor-geral do IBGC
Carlos Leiria Pinto, country manager da IFC
Fernando Carneiro, sócio da Spencer Stuart
Marienne Coutinho, co-chairda WDC no Brasil e sócia da KPMG no Brasil Programa Diversidade em Conselho (PDeC)

Sobre o PDeC: Criado em 2014, o Programa Diversidade em Conselho (PDeC) é uma iniciativa conjunta entre B3, Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), International Finance Corporation (IFC), Spencer Stuart e Women Corporate Directors (WCD) para promover a diversidade em conselhos de empresas e outras entidades brasileiras. O PDeC contribui para que mulheres preparadas para atuar em conselhos de administração tenham maior visibilidade no mercado por meio de troca de experiências, aprendizado e fortalecimento de networking com importantes players do universo dos conselhos. O Programa está em sua 6ª turma e se desenvolve por meio de três pilares: uma mentoria realizada com conselheiros formadores de opinião do ecossistema de conselhos; um curso online sobre governança corporativa e mercado de capitais; e eventos e ações de networking. Desde a sua primeira turma, 139 mulheres já participaram do PDeC. Website: https://www.ibgc.org.br/advocacy/diversidade

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe seu comentário

Posts recentes

Cuidar da água é tarefa de todos!

A água — e principalmente a falta dela — é um tema recorrente. Está nos debates escolares, nos noticiários e, em casos extremos, nas torneiras secas de algumas grandes cidades do mundo. Na nossa vida cotidiana, sua presença é marcante: afinal, 70% do nosso corpo é água. Nossa atenção só é chamada para ela, justamente, quando falta. Ou, então, quando ela vem em excesso, em catástrofes climáticas cada vez mais comuns.

A importância da biodiversidade

Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) são formadas por milhares de hectares de florestas nativas nos diversos biomas do Brasil onde crescem espécies endêmicas e ameaçadas da fauna e da flora. Toda floresta tem valor ambiental e social, mas essas áreas, conhecidas com AAVC, são consideradas especiais.

Embaixador(a) I

R$ 0,00