Você sabe o que são os ODS?

Conheça os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, um conjunto de 17 propostas da ONU para minimizar as desigualdades e os efeitos das mudanças climáticas

Os ODS, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, representam um plano de ação global para eliminar a pobreza extrema e a fome, assegurar os direitos humanos, promover educação de qualidade para todos, agir contra as mudanças climáticas, proteger o meio ambiente e melhorar a qualidade de vida da sociedade em nível global até 2030. 

Em 2015, os 193 países membros das Nações Unidas, incluindo o Brasil, se comprometeram a adotar a chamada Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Ao todo, são 17 objetivos e 169 metas que se propõem a ser um guia para ações efetivas de empresas, governos e sociedade civil. 

O setor privado é visto como um dos pilares essenciais na busca global pelo cumprimento das metas, tendo em vista o grande poder econômico e o potencial para lançar tecnologias, inovar e influenciar os mais diversos públicos. O agronegócio, é claro, tem papel essencial nesse contexto.

As empresas podem incluir os ODS em seus planos de negócios. Para nortear as ações do setor empresarial, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (Cebds), a Global Reporting Initiative e a Rede Brasileira do Pacto Global criaram o Guia dos ODS para as Empresas, uma versão brasileira da cartilha internacional que orienta as empresas na implementação dos ODS. 

Faltam cerca de 8 anos para chegarmos ao ano definido para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e os países ainda enfrentam muitas dificuldades em cumprir as metas. De acordo com a ONU, em 2021, os países registraram retrocessos em vários objetivos, como redução de emissão de gases do efeito estufa, garantia de segurança alimentar e de emprego para suas populações.

No Brasil e no mundo a situação piorou muito após a pandemia de Covid-19. Por aqui, mais de 80% das metas estabelecidas estão em atraso, ameaçadas ou estagnadas, segundo o Relatório Luz 2022, levantamento feito pela sociedade civil com dados oficiais. Além disso, em 14% dos objetivos o País registrou avanço insuficiente. 

Portanto, é ainda mais urgente que o Brasil e mundo adotem novos modelos e tecnologias para impulsionar o avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030. A população global e o planeta clamam por mais consciência e responsabilidade dos governos, instituições da sociedade civil e do setor privado. 

17 objetivos para transformar nosso mundo

Saiba quais são os ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: 

1 – Erradicação da pobreza

Erradicar a pobreza em todas as formas e em todos os lugares.

2 – Fome zero e agricultura sustentável 

Erradicar a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável.

3 – Saúde e bem-estar

Garantir o acesso à saúde de qualidade e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.

4 – Educação de qualidade 

Garantir o acesso à educação inclusiva, de qualidade e equitativa, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

5 – Igualdade de gênero 

Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

6 – Água limpa e saneamento

Garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos.

7 – Energia limpa e acessível 

Garantir o acesso a fontes de energia viáveis, sustentáveis e modernas para todos.

8 – Trabalho decente e crescimento econômico 

Promover o crescimento econômico inclusivo e sustentável, o emprego pleno e produtivo e o trabalho digno para todos.

9 – Indústria, inovação e infraestrutura

Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.

10 – Redução das desigualdades

Reduzir as desigualdades no interior dos países e entre países.

11 – Cidades e comunidades sustentáveis

Tornar as cidades e comunidades mais inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis.

12 – Consumo e proteção sustentáveis

Garantir padrões de consumo e de produção sustentáveis.

13 – Ação contra a mudança global do clima 

Adotar medidas urgentes para combater as alterações climáticas e os seus impactos.

14 – Vida na água

Conservar e usar de forma sustentável os oceanos, mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

15 – Vida terrestre

Proteger, restaurar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, travar e reverter a degradação dos solos e travar a perda da biodiversidade. 

16 – Paz, justiça e instituições eficazes

Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas a todos os níveis.

17 – Parcerias e meios de implementação 

Reforçar os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Fonte: ONU 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe seu comentário

Posts recentes

Cuidar da água é tarefa de todos!

A água — e principalmente a falta dela — é um tema recorrente. Está nos debates escolares, nos noticiários e, em casos extremos, nas torneiras secas de algumas grandes cidades do mundo. Na nossa vida cotidiana, sua presença é marcante: afinal, 70% do nosso corpo é água. Nossa atenção só é chamada para ela, justamente, quando falta. Ou, então, quando ela vem em excesso, em catástrofes climáticas cada vez mais comuns.

A importância da biodiversidade

Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) são formadas por milhares de hectares de florestas nativas nos diversos biomas do Brasil onde crescem espécies endêmicas e ameaçadas da fauna e da flora. Toda floresta tem valor ambiental e social, mas essas áreas, conhecidas com AAVC, são consideradas especiais.

Embaixador(a) I

R$ 0,00