“Pensar nas relações, novamente, é uma das atividades principais de um líder consciente”, afirma Edward Freeman

Com a teoria dos stakeholders, o autor esteve presente no segundo dia de evento

A liderança consciente é uma das grandes pautas de carreiras nos últimos anos, para isso, o II Fórum do Instituto Capitalismo Consciente Brasileiro teve como foco os jovens líderes e trouxe uma visão de maior consciência para o mercado da liderança. Entre os grandes nomes esteve Edward Freeman, no último dia 20,  palestrando em uma microtalk sobre a Teoria dos Stakeholders.

Professor universitário e Diretor acadêmico do Institute for Business in Society da University of Virginia Darden School of Business, Freeman também é autor do livro “A Stakeholder Approach”, “A abordagem do stakeholder”, em tradução livre. Na microtalk, o especialista falou sobre como líderes e stakeholders podem lidar entre si para convívio e valores conscientes que impactem no negócio e na sociedade.

“As ideias dos stakeholders se conectam à liderança porque precisamos ser líderes de relações e não líderes transacionais. Líderes transacionais tentam entender o que é melhor fazer agora, líderes de relações tentam entender o que é melhor em termos de relações que temos. Essa é a diferença entre tentar satisfazer alguém e tentar entender como construir essa relação, como usar essa transação particular para crescer, avançar nessa relação. Pensar nas relações, novamente, é uma das atividades principais de um líder consciente”, afirma o autor.

A gravação completa desta fala está disponível no App Consciente, exclusivo a todos os associados do Capitalismo Consciente. Você pode se associar gratuitamente e ter acesso a este e muitos outros conteúdos.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe seu comentário

Posts recentes

Cuidar da água é tarefa de todos!

A água — e principalmente a falta dela — é um tema recorrente. Está nos debates escolares, nos noticiários e, em casos extremos, nas torneiras secas de algumas grandes cidades do mundo. Na nossa vida cotidiana, sua presença é marcante: afinal, 70% do nosso corpo é água. Nossa atenção só é chamada para ela, justamente, quando falta. Ou, então, quando ela vem em excesso, em catástrofes climáticas cada vez mais comuns.

A importância da biodiversidade

Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC) são formadas por milhares de hectares de florestas nativas nos diversos biomas do Brasil onde crescem espécies endêmicas e ameaçadas da fauna e da flora. Toda floresta tem valor ambiental e social, mas essas áreas, conhecidas com AAVC, são consideradas especiais.

Embaixador(a) I

R$ 0,00