Blog

Capitalismo e Governança Multistakeholder: Precisamos focar em toda a cadeia de valor!

A proposta da Governança Multistakeholder é compartilhar o poder e o processo de decisão entre as diferentes partes interessadas, fazendo com que esse tipo de Capitalismo seja possível. Ela é feita por meio de um ecossistema interdependente entre todos os stakeholders, no qual mecanismos são desenvolvidos para implementar ações ambientais, sociais, de governança e para o business, utilizando práticas de gerenciamento sustentáveis.

Propósito de vida em ação: Liderando Negócios Conscientes no III Fórum Brasileiro do Capitalismo Consciente

Desafiando o conceito de falso dilema de que “ou você olha o resultado ou você olha a questão do impacto e sustentabilidade”, o executivo ressaltou que é possível integrar resultados financeiros positivos com práticas sustentáveis e impacto social. Ele compartilhou exemplos de empresas que adotaram medidas conscientes e colheram benefícios não apenas reputacionais, mas também financeiros.

Inclusão, Diversidade e Sustentabilidade na Indústria da Beleza: Um Passo Adiante

O III Fórum Brasileiro do Capitalismo Consciente proporcionou um momento para explorar as narrativas de comprometimento de empreendedores com a sustentabilidade. A palestra intitulada “Empreendedorismo de Impacto: a beleza da transformação” reuniu duas mulheres visionárias que desempenham papéis fundamentais no mercado de beleza sustentável no Brasil: Patrícia Camargo, cofundadora da Care Natural Beauty, e Daniele da Mata, da DaMata MakeUp. A mediação ficou a cargo da jornalista e criadora de conteúdo digital, Nyle Ferrari.

Inovação Sustentável e Equidade Global: A Visão Inspiradora de Lisa Coleman

Lisa Coleman, vice-presidente Sênior de Inclusão Global e Inovação Estratégica na New York University (NYU), cativou a audiência do III Fórum Brasileiro do Capitalismo Consciente com insights inspiradores sobre inovação sustentável, equidade global e colaboração intergeracional e multissetorial

Como preparar líderes para um futuro sustentável

Em um mundo constantemente moldado por crises econômicas e, mais recentemente, a pandemia, a juventude enfrenta desafios significativos na busca por um lugar no mercado de trabalho. O cenário é desafiador, mas a resiliência e o crescimento podem ser encontrados mesmo nas circunstâncias mais adversas.

Conectando Cultura e Propósito: A força do Capitalismo Consciente

A filosofia do Capitalismo Consciente apresenta uma abordagem econômica que busca elevar a consciência das lideranças para um olhar para além do lucro, trazendo prosperidade e diminuindo as desigualdades, com uma gestão mais humana, ética e sustentável. Conforme Raj Sisodia, os 4 pilares do Capitalismo Consciente, ou seja,  Cultura Consciente,  Propósito,  Liderança Consciente e Orientação aos Stakeholders podem ajudar as empresas a serem melhores para o mundo. 

Negócios de Impacto. O que o Capitalismo Consciente tem a ver com isso?

Precisamos mudar a concepção de que, para um negócio ter valor, o sucesso deve ser baseado no poder e na acumulação de capital, deixando de lado os indicadores de impacto socioambiental, positivo ou negativo, que este negócio gera para as pessoas e para o planeta.