Blog

Construindo Organizações Inclusivas e Sustentáveis: Lições de Líderes Empresariais

Durante o painel “Não é porque é grande que é fácil. As falhas no caminho para o sucesso”, realizado durante o III Fórum Brasileiro do Capitalismo Consciente, Andrea Rolim, presidente da Kimberly Clark Brasil, Edvaldo Vieira, conselheiro e consultor, e Fernando Modé, CEO do Grupo Boticário, compartilharam experiência valiosas sobre como suas organizações estão abordando a diversidade, equidade e inclusão (DEI), além de iniciativas inovadoras para a sustentabilidade

A gestão humanizada transforma vidas

Tudo começa com as pessoas que estão liderando a organização. São elas que vão fazer os colaboradores vivenciarem a paixão por estarem trabalhando ali. As pessoas são cheias de vida! As lideranças mais humanizadas entendem que cuidar deste ser humano é o que fará florescer, dentro de cada colaborador, a paixão por servir à organização e se desenvolver como profissional.

A revolução das relações

Vivemos um importante período de transição que nos convida a MUDAR a forma como nos relacionamos com nós mesmos e com o mundo. Isto porque a consciência que criou o mundo que vivemos hoje não pode ser a mesma que nos ajudará a criar o futuro.

Meu sobrenome sumiu! O coaching pode ajudar?

A aposentadoria é uma realidade que muitos não querem enfrentar. O nome aposentadoria é horrível, pois ser aposentado significa ficar no aposento e isso é o que as pessoas idosas menos querem. O aumento da longevidade proporciona algumas décadas adicionais de vida saudável, e a questão o que vou fazer em todos esses anos é muito crítica.

O autocuidado como uma soft skill para os homens no futuro do trabalho

O cuidado é o pilar central para a manutenção da nossa sociedade e economia. E quem diz isso não sou apenas eu, Leandro Ziotto, mas todos os estudos levantados pelo Fórum Econômico Mundial (FEM), Organização Mundial do Comércio (OMC), Organização das Nações Unidas (ONU), McKinsey, Fundo Monetário Internacional (FMI) e etc.

A criatividade como vetor de mudanças: de culturas degenerativas e exploratórias (medo) para culturas regenerativas e fortalecedoras (amor)

para essa mudança acontecer dentro dos ambientes – do medo (narrativa da separação) para o amor (narrativa do Interser) é importante reconhecer, valorizar e integrar as múltiplas perspectivas, porque o mundo é muito complexo, para que apenas uma perspectiva represente toda a sua diversidade. E, por isso, a importância da nossa capacidade de integrar diferentes assuntos como os interesses ecológicos, sociais, e econômicos em soluções que são boas para as pessoas e para o planeta.

04 passos para a mudança de mindset de uma liderança

Devido ao nosso modelo econômico atual, a extensão do impacto e a capilaridade, as empresas passaram a ser cobradas pela sociedade para liderar essas mudanças. Questionamentos sobre práticas organizacionais, escolha de investimento, relacionamento com fornecedores, dentre outros tópicos, foram palco de discussões e de agendas globais de desenvolvimento.